Imagem do Dia: nada de liturgia do cargo agora

IMG-20150217-WA0027IMG-20150217-WA0003

 

 

 

 

 

 

 

O colunista Pergentino Holanda, que deu o que falar após cobrar do governador Flávio Dino o cumprimento das liturgias do cargo, resolveu deixar de lado a burocracia. Desceu do camarote e acompanhou o desfile da escola Marabaia do Samba ao lado do governador na Avenida. Os dois conversaram bastante e tiveram um clima descontraído no meio do povo.

Imagens do “fracasso” do carnaval de São Luís

As belas imagens aéreas são do circuito oficial do “Carnaval de Todos Nós”, promovido pelo governo do estado e prefeitura de São Luís. Os veículos de comunicação do sistema Mirante têm dito que o carnaval da capital está um “fracasso” porque o Bicho Terra não está nos circuitos oficiais. Alguém sentiu falta além de quem lucrava com a brincadeira?

Quando a Fundação Municipal de Cultura prestigiou o Bicho Terra em detrimento de atrações que participaram da concorrência pública no ano passado, este blog criticou a prefeitura pela injustiça e foi criticado pelos veículos sarneystas (relembre aqui e aqui).

O absoluto sucesso do carnaval mostra que a brincadeira do grupo Sarney é apenas mais uma, que não tem motivos para ter privilégio algum.

A verdade é que o carnaval da parceria entre governo e prefeitura é um sucesso com serviços públicos de saúde, transporte, segurança e limpeza.

Justiça garante que Odair José é Ficha Limpa e ele deve concorrer à prefeitura de Coroatá

Odair José

Odair José

Um nome forte surge para concorrer ao cargo de prefeito de Coroatá em 2016. Odair José, ex-secretário de educação de Coroatá, teve contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas do Estado, mas conseguiu reverter a situação na Justiça. A afirmação de que ele seria ficha suja era o principal trunfo dos adversários em Coroatá para barrar a candidatura.

O Juiz José Edilson Caridade Ribeiro, da 2ª Vara da Fazenda Pública, concedeu liminar acatando o pedido de Odair e suspendendo os efeitos do acórdão que julgava suas contas irregulares nos exercícios 2007 e 2008.

A liminar foi expedida dia 05 de fevereiro deste ano. A tendência é que no julgamento do mérito, a sentença seja mantida. Pode ser que a liminar seja derrubada, mas neste momento, Odair José é Ficha Limpa e tira o sono do grupo Murad em Coroatá.

Metade dos municípios maranhenses não cumpre a Lei da Transparência

De O Imparcial

TransparenciaMetade dos municípios maranhenses não possuem Portal da Transparência, uma das principais exigências da Lei Complementar 131, de 2009, que alterou o texto da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF) no âmbito da transparência da gestão fiscal. Essa é uma constatação do Ministério Público Estadual, que ainda revela que enquanto a região Tocantina é a mais avançada na matéria, a maioria das cidades da região central do estado ainda não se adequou à lei.

A diretora da Secretaria para Assuntos Institucionais do Ministério Público do Maranhão, a promotora Fabíola Fernandes Faheína Ferreira, afirmou que o MPMA já expediu recomendações para algumas das prefeituras que ainda não criaram o portal e ajuizou ações civis por ato de improbidade administrativa para cerca de dez gestores municipais.

Segundo a promotora, uma das maiores deficiências dos portais da transparência já criados é que não há ferramenta de busca de informações ou não são disponibilizados dados sobre as empresas que participam de licitações ou a íntegra da folha de pagamento.

O último prazo para que as prefeituras de cidades com até 50 mil habitantes se adequassem à lei expirou em maio de 2013, quando os promotores de justiça começaram a expedir as recomendações para os gestores e as câmaras municipais. “Foi dado outro prazo para a criação do portal e foram feitas capacitações em parceria com a Controladoria-Geral da União. Já passou a fase de recomendar, agora é a fase de agir, interpor ações e cobrar”, explicou Fabíola Fernandes Faheína Ferreira.

Entre os prefeitos acionados pelo Ministério Público, estão o de São José de Ribamar, Davinópolis, Governador Edison Lobão e Vila Nova dos Martírios. Os presidentes das câmaras municipais de São José de Ribamar e São Luís também foram acionados.

No caso de São José de Ribamar, o MPMA verificou dez irregularidades no portal, entre elas, a falta de informações sobre repasses e transferências de recursos financeiros, prestações de contas, folha de pagamento e cargos. A ação contra o prefeito Gil Cutrim (PMDB) foi ajuizada após a proposição de um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), estabelecendo março de 2013 como prazo para cumprimento das medidas, e o encaminhamento de uma notificação recomendatória solicitando a adequação do portal.

A Prefeitura de São José de Ribamar afirmou, por meio de nota, que o município maranhense “é um dos poucos que, atendendo ao que determina a Lei de Acesso a Informação, possui hospedado no seu site e à disposição da população e órgãos de controle externo, um Portal da Transparência contendo informações diversas sobre despedas, receitas, dentre outras”. A prefeitura informou ainda que a Secretaria Municipal de Planejamento, Administração e Finanças (Sempaf) já adotou novas medidas e mecanismos que irão otimizar o portal e que entrarão em operação nas próximas semanas.

O Ministério Público também emitiu recomendações em 2013 aos municípios de Davinópolis, Vila Nova dos Martírios e Governador Edison Lobão, orientando sobre a criação do Portal da Transparência. Naquele mesmo ano, promotores da região ministraram uma oficina destinada aos gestores municipais para passar orientações técnicas e jurídicas sobre os portais. Apesar disso, ainda são descumpridas as normas estabelecidas para o acesso à informação pública dessas cidades.

Caso sejam condenados, os gestores municipais estão sujeitos ao ressarcimento integral do dano causado aos cofres municipais, perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por três a cinco anos, pagamento de multa de até 100 vezes o valor da remuneração e à proibição de contratar ou receber benefícios do Poder Público pelo prazo de três anos.

A meta do MPMA é que até dezembro deste ano todos os municípios maranhenses estejam adequados à Lei de Responsabilidade Fiscal, com o Portal da Transparência criado. “Não tem mais porquê esperar. É com base nesses dados que o cidadão tem noção do que gastamos e como gastamos. A transparência é fundamental. O primeiro passo para dizermos que o municipio está cumprindo as leis é ele ser transparente e ter o portal construído. Sem falar que a gente ainda tem que buscar o cumprimento da lei de acesso à informação”, explicou a promotora Fabíola Fernandes Faheína Ferreira. Até dezembro, o Ministério Público deve divulgar o relatório com todas as ações de improbidade administrativa ajuizadas ou listando os portais que foram criados ao longo do ano.

A reportagem entrou em contato com as prefeitos de Governador Edison Lobão, Davinópolis e Vila Nova dos Martírios, mas não houve resposta.

Lei da transparência

O texto da Lei da Transparência (LC 131), que entrou em vigor em maio de 2009, determina que sejam disponíveis, em tempo real, informações pormenorizadas sobre a execução orçamentária e financeira da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios. Todos os dados relativos a despesas e receitas devem ser disponibilizados na internet. O Portal da Transparência não é obrigatório, mas é desejável que esses dados sejam concentrados em um só local.

A lei definiu diferentes prazos para que os municípios se adequassem à nova legislação, de acordo com o número de habitantes. A União, os estados e cidades com mais de 100 mil habitantes tiveram um ano para cumprir as medidas. Para os municípios que tivessem entre 50 e 100 mil habitantes, o prazo era até maio de 2011. Por último, os que tivessem até 50 mil deveriam se adequar às novas regras até maio de 2013.

Blocos Organizados e Escolas de Samba fazem a festa em São Luís‏

5306_dsc_0559Desde quinta-feira (12), o Anel Viário se transformou no espaço do samba e de reunião das manifestações culturais maranhenses. Diversos grupos carnavalescos e grupos de Tambor de Crioula já se apresentaram na Passarela do Samba e outras atrações deverão cruzar a avenida até terça-feira, incluindo a já famosa Trupiada da Ilha, que reúne diversos grupos de bumba meu boi.

A programação começa às 18h, com grupos de Tambor de Crioula no entorno da passarela do Samba e com a apresentação dos Blocos Organizados, que se estende até às 20h55. Passam pela passarela Os Gorgeadores; Sambistas do Caroçudo; Canto Quente; Os Liberais; Beatos do Samba e Mocidade de Fátima.

Em seguida começa o segundo dia de desfile das Escolas de Samba. A primeira agremiação a entrar no circuito é aTerrestre do Samba, seguida de Império Serrano; Marambaia; Favela do Samba e Turma do Quinto.

Neste domingo(15), desfilaram as escolas Mocidade Independente da Ilha; Turma de Mangueira; Unidos de Ribamar; Túnel do Sacavém e Flor do Samba.

Folia e prestação de serviços – Cerca de 50 manifestações culturais já se apresentaram na Passarela do Samba no Carnaval deste ano, dentre blocos Afro, Organizados e Tradicionais; Tribos de Índios, Turmas de Samba e Escolas de Samba, além de grupos de Tambor de Crioula.

No desfile do sábado (14), os Blocos Tradicionais do grupo A fizeram homenagens a personalidades da história recente do Maranhão, como o estilista Chico Coimbra, tratado no tema d’Os Brasinhas. Os Tropicais do Ritmohomenagearam a cidade de Alcântara. O Kambalacho do Ritmo levou à passarela o homem de lata, personagem do famoso filme O Mágico de Oz, enquanto o Reis da Liberdade foram ainda mais longe na história e apresentaram ao público a leitura que o bloco fez do deus romano Baco, daí a distribuição de uvas ao público empolgado na passarela do Samba.

Paralelamente às apresentações culturais, o Carnaval de Todos está sendo, mais uma vez, espaço para campanhas de saúde. Um estande do Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) está distribuindo preservativos masculinos e femininos e fazendo testagem de HIV. “O resultado sai em, no máximo, 40 minutos”, conta a coordenadora de equipe do estande, Suelma Nery.

A programação do Carnaval de Todos é uma parceria da Prefeitura de São Luís com o Governo do Estado do Maranhão. O trabalho em conjunto tem permitido aos foliões contar com a realização de um maior número de brincadeiras em vários pontos da Ilha.

A organização dos desfiles e concurso da Passarela do Samba é uma realização da Fundação Municipal de Cultura (Func), em parceria com a Associação Maranhense de Blocos Carnavalescos (AMBC), União das Escolas de Samba do Maranhão (UESMA) e Associação de Blocos Tradicionais do Estado do Maranhão (ABTEMA). Este ano, o evento tem o patrocínio oficial da Ambev.

Chegou o dia do desfile das escolas de Samba em São Luís

De O Imparcial, com edição

Passista da Marambaia do Samba (Diego Chaves/OIMP/D.A Press)Dez escolas desfilarão no carnaval de Passarela de São Luís em 2015. Hoje e amanhã, o público poderá conferir cinco escolas em cada dia e os sambas enredos, alegorias, fantasias, adereços e demais elementos que compõem um desfile de escolas de samba.

Hoje os desfiles começam às 21h com a escola de samba Mocidade Independente da Ilha, depois Turma de Mangueira, Unidos de Ribamar, Túnel do Sacavém e Flor do Samba, de acordo com o cronograma da Fundação Municipal de Cultura, às 01h40.

Amanhã, 16, é a vez da Terrestre do Samba abrir os trabalhos às 22h10. As demais escolas são Império Serrano, Escola Marambaia do Samba, Favela do Samba e Turma do Quinto encerrando os desfiles.

A atual campeã do carnaval Turma do Quinto, vem embalada na busca pelo bicampeonato e homenageia o próprio bairro e as manifestações culturais do lugar com o tema Madre Deus de Festejos e Festanças.

A Favela do Samba vai abordar a energia da vida e a do carnaval através dos elementos da natureza, com o tema  Favela do Samba é Pura Energia, com concepção e desenvolvimento do enredo do carnavalesco Júlio Matos e composição de Luzian Silva.
Do Monte Castelo, a Império Serrano vem com o enredo  A Vida é uma Festa! Então, Vamos Festejar, mostrando que a festa é  mais do que uma celebração positiva, é parte da identidade de um povo.

Escola Flor do Samba, do Desterro,  vai falar de Astro de Ogum, mas não a sua vida política e sim, a   trajetória como babalorixá. O enredo é Tambores: O Astro Iluminado.

A Marambaia vai levar para a Passarela do Samba a história do jornalista Pergentino Holanda, com o enredo Uma História de Alegria e Fantasia no Maranhão, com concepção de Dennys Oliveira, carnavalesco, compositor e diretor de bateria da Escola. A sinopse do enredo foi produzida com pesquisa realizada pelo escritor Jomar Moraes.

A Túnel do Sacavém vai contar a história da cidade de Codó e promete surpreender com a passagem do terecô. O tema Codó de Encantos, Fantasias e Magias é de concepção de Sebastião Sardinha, também ele de Codó e conta muitas histórias de Codó, além da tradição de ser terra do babalorixã Bita do barão.

Das Coreiras ao Ula-lá Fofão: Mangueira é Tradição é o tema da Mangueira para este ano. “Vamos falar das manifestações leves e alegres desde os antigos carnavais, até hoje e de como isso evoluiu”, conta Cidália Costa, da coordenação geral do carnaval da Escola.

A Unidos de Ribamar, da cidade balneária fará uma homenagem ao tradicional carnaval do Lava-Pratos, surgido há 70 anos e que é considerado pelos moradores como o primeiro carnaval fora de época do Brasil. O tema O Bis do Lava Prato é de concepção de José Carlos Ribeiro, diretor de carnaval.

A Terrestre do Samba vai homenagear o emblemático e mais tradicional personagem do carnaval: o fofão. Com o tema No Reino de Ula-lá o Fofão é Nosso Rei, a escola vai entrar na avenida e desfilar a história desse personagem que é símbolo do carnaval maranhense.

A Mocidade Independente da Ilha homenageia a mulher com o tema Mulher é sempre mulher, graças a Deus!  O enredo mostra uma homenagem à mulher em todas as suas instâncias e representará algumas delas como: Eva; Mãe Catirina, representando o Bumba Meu Boi; Nã Agotimê, a idealizadora da casa das Minas e tantas outras que se fizeram presentes na história e serão representadas pela escola de samba.

DESFILES
Domingo – 15 de fevereiro
21h00 às 22h00 – Mocidade Independente da Ilha
22h10 às 23h10 – Turma de Mangueira
23h20 às 00h20 – Unidos de Ribamar
00h30 às 01h30 – Túnel do Sacavém
01h40 às 02h40 – Flor do Samba

Segunda-Feira – 16 de fevereiro
21h00 às 22h00 – Terrestre do Samba
22h10 às 23h10 –  Império Serrano
23h20 às 00h00 – Escola de Samba Marambaia
00h30 às 01h30 – Favela do Samba
01h40 às 02h40 – Turma do Quinto

O Carnaval de todos nós

Por Flávio Dino

flavio-dino1Para alguns, carnaval é tempo de festas. Outros, preferem descansar, aproveitar momentos de descontração com a família ou se reunir para encontros religiosos. Todos, no entanto, esperam que este período seja de alegria e segurança onde quer que estejam. Por ser uma data marcante no calendário em todo o Brasil, nos preocupamos em montar uma adequada logística estadual para garantir que este seja um carnaval bom para todos os maranhenses. Pena que só tenhamos tido 40 dias para organizar tudo.

Mesmo ainda estando bem no início do Governo, reunimos as equipes de várias secretarias para que pudéssemos investir no carnaval em todas as regiões do Maranhão. Por intermédio da Secretaria de Cultura, dezenas de municípios contaram com a parceria do Governo do Maranhão na organização de suas festas. Sem distinção de cores partidárias, o Governo priorizou projetos que permitissem aos maranhenses vivenciar o período carnavalesco em festas ou retiros culturais. Aproveito para agradecer a parceria dos deputados estaduais que destinaram emendas para ajudar a projetos em todo o Estado.

Acompanhei junto com a equipe do Governo do Maranhão a adoção de uma série de providências, entre as quais destaco o reforço à Operação Lei Seca nas cidades com maior fluxo de brincantes, com ações de conscientização e fiscalização dos foliões.

O esforço conjunto entre o Departamento de Trânsito do Maranhão e a Polícia Militar ocorre durante 10 dias, pré e pós-carnaval, na capital e no interior do Estado. Todas elas definidas a partir do grande fluxo de visitantes. A Secretaria de Turismo também atuará na proteção das crianças, com a campanha “Proteja – Não desvie o Olhar” em hoteis, taxis e pontos de festividade. Além disso, a Secretaria de Turismo montou receptivo especial no aeroporto de São Luís. 

Também melhoramos a segurança no trânsito de visitantes à Baixada Maranhense, que usam o ferryboat que liga São Luís à região. Uma força-tarefa liderada pela Empresa Maranhense de Administração Portuária colocou à disposição da população uma ambulância do Corpo de Bombeiros, reforço de segurança policial, além de recuperação asfáltica e melhoria da iluminação pública na Ponta da Espera.

Ações de prevenção na área da Saúde Pública também foram articuladas pelo nosso Governo, organizadas pelas Secretarias de Juventude, Saúde e Cultura. Com a campanha “Juventude prevenida, dando um baile de alegria”, equipes das três pastas vão alertar sobre riscos quanto a acidentes de trânsito, uso de drogas, afogamentos, dependência química, violência e doenças sexualmente transmissíveis.

Na capital, realizamos uma importante parceria do Governo do Maranhão com a Prefeitura de São Luís e unificamos as festas de carnaval, antes realizadas sem nenhuma coordenação. No Centro Histórico, priorizamos a programação cultural com foco nas atrações tipicamente maranhenses. Elaboramos o circuito unificado, observando critérios que garantissem mais segurança aos brincantes e também às unidades hospitalares. Os foliões agora começam o percurso na Praça Deodoro, passando pela Rua da Paz e Praça João Lisboa, além dos espaços na Madre-Deus e na Passarela do Samba. 

Quero consignar uma palavra especial de agradecimento aos servidores públicos e aos trabalhadores em geral que se dedicarão para que tudo corra bem neste período. Eles são a força que move todos os nossos empreendimentos. 

Nós acreditamos na grandiosidade das expressões culturais da nossa gente e, por isso, elas são prioridade neste Governo. Que a nossa música, nossos artistas, nossas cores, nossos sotaques, nossas tradições, se espalhem pelas ruas de todo o Estado, sem distinção de região, religião ou partido político. O carnaval é de todos nós. Que ele transcorra em paz.

Ação do governo do estado, MP e OAB garante redução do preço dos combustíveis

combustivelAtendendo a ação civil pública contra 244 postos de combustíveis da capital maranhense, realizada pela Rede Estadual em Defesa do Consumidor (RedCon), o juiz titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos da capital, Douglas de Melo Martins, determinou a adequação dos preços da gasolina e do diesel, restabelecimento no preço do etanol e multa diária no valor de R$ 20 mil, no caso de descumprimento.

A publicação da decisão ocorreu na tarde desta sexta-feira (13). O documento também prevê a reparação por danos morais coletivos, na quantia de R$ 70 mil, e por danos sociais na quantia de R$ 100 mil, cujos valores deverão ser revertidos para o Fundo Estadual de Defesa dos Direitos dos Consumidores (Lei 8.044/2003), a destinação será decidida em momento posterior, quando houver o julgamento final da ação.

A medida foi adotada após a constatação de que os postos aumentaram o preço de forma abusiva. O aumento esperado era de, no máximo, R$ 0,22 para a gasolina e R$ 0,15 para o diesel. No entanto, os postos do estado já praticam valores com reajuste superiores a R$ 0,50, desconsiderando a recomendação do governo federal.

Para o defensor público Luís Otávio, a decisão representa, além da coibição da prática abusiva, que vinha afetando milhões de consumidores, a força da união entre os órgãos de defesa do consumidor, que aliada ao senso de justice do judiciário maranhense, trabalhará para a garantia dos direitos da população.

O diretor do Procon-MA, Duarte Júnior, afirmou que a decisão demonstra um marco na história do Direito do Consumidor em todo o Brasil. “A decisão é uma grande vitória da população maranhense e demonstra que, a partir de agora, em nosso estado as leis serão respeitadas. O Procon está trabalhando para garantir um estado mais justo para os maranhenses, um compromisso do governo Flávio Dino”, disse.

Ação civil pública
A ação civil pública pede que os preços sejam adequados ao reajuste estipulado pelo Governo Federal. Caso não haja adequação, será aplicada uma multa diária no valor de R$ 20 mil. Os representantes dos órgãos do consumidor, com base em informações da Agência Nacional do Petróleo (ANP), afirmaram que não houve repasse na fonte que justificasse o aumento praticado pelos postos da capital.

Redcon
Entre as instituições que compõem a RedCon estão o Núcleo de Defesa do Consumidor da Defensoria Pública do Estado, o Ministério Público do Estado, a Delegacia de Proteção do Consumidor e a Comissão de Defesa do Consumidor da Ordem dos Advogados do Brasil do Maranhão (OAB/MA).

Prefeitura apresenta projeto do BRT Calhau-Cohab a Conselhos do Meio Ambiente e da Cidade

rogerioapresentacaoA Prefeitura de São Luís apresentou esta semana aos membros do Conselho Municipal de Meio Ambiente e aos representantes do Conselho Municipal da Cidade, o projeto do Novo Anel Viário BRT Calhau-Cohab. A ação antecede a preparação das audiências públicas que serão realizadas para viabilizar a construção do primeiro corredor de transporte na capital. As audiências acontecem nos próximos dias 6 e 7 de março, nos auditórios da Fiema e do Cintra, respectivamente, visando dar ciência à sociedade de um modo geral sobre a execução do projeto.

Durante a exposição do projeto, o engenheiro Carlos Rogério Araújo, detalhou os aspectos técnicos do projeto. Segundo o assessor especial da Prefeitura, até a realização das audiências públicas, etapas prévias para obtenção dos licenciamentos, serão atendidas todas as entidades que solicitarem esclarecimentos técnicos. Após o carnaval, o projeto será apresentado ao Conselho Regional de Engenharia, CREA-MA.

“Estamos seguindo todas as regras determinadas por legislação. Tenham certeza de que não vamos cometer nenhum tipo de ilegalidade, principalmente na questão ambiental. Sabemos dos benefícios de uma obra deste porte para a melhoria da qualidade de vida da população e estamos disponíveis para discutir o projeto com a sociedade de maneira direta”, afirmou o engenheiro.

Nas audiências serão detalhados, entre outras questões, os aspectos do impacto ambiental da obra com previsão de ser iniciada ainda este ano. O custo total do BRT Calhau-Cohab é de R$ 480 milhões. A equação financeira foi dividida da seguinte forma: metade dos recursos estão garantidos no Orçamento Geral da União, OGU. A outra metade seria oriunda de financiamento.

Segundo o titular da Secretaria Municipal de Planejamento e Desenvolvimento (Seplan), Cursino Moreira, o objetivo de as primeiras reuniões de apresentação do projeto terem sido realizadas nos Conselhos citados é devido à pluralidade representativa desses órgãos. Ele informa que o Conselho Municipal da Cidade congrega representantes desde classes empresarias e do poder público até integrantes de movimentos sociais, como os de pró-moradia, por exemplo. Já a apresentação do projeto no Conselho do Meio Ambiente, além dos aspectos técnicos, teve uma abordagem mais voltada ao viés ambientalista, questão crucial para a viabilização do projeto.

“O nosso objetivo é dar o máximo de transparência a todos os processos e procedimentos pelos quais deverá passar o projeto, dando ciência do feito tanto às instituições constituídas quanto à sociedade de modo geral”, frisou Cursino Moreira.

A confirmação dos recursos foi publicada em portaria do Ministério das Cidades em 8 de setembro do ano passado. O novo projeto foi elaboradora pela MC Engenharia, empresa contratada pela Prefeitura de São Luís por meio de processo licitatório. A prefeitura está finalizando os termos do contrato com a Caixa para financiamento da outra metade dos recursos.

Apresentação do projeto do novo corredor de transporte da cidade de São Luis.

Arrastão do bloco “As Marias” deixa Caxias com a cara da folia

as marias.jpg2 (1)O arrastão do bloco “As Marias”, animado pela Banda Taty Girl atraiu uma multidão na prévia do que será o carnaval de Caxias. Com o tema “Não mascare a violência- denuncie!”, o bloco da Secretaria Municipal de Políticas para as Mulheres deixou o seu recado na Avenida da Folia, dizendo não à violência contra a mulher.

Esta é a segunda vez que o bloco faz o pré-carnaval na cidade.  Pessoas de todas as idades acompanharam o trajeto com muita alegria, descontração e irreverência “correndo atrás do trio”. O evento aconteceu com toda a segurança para que o folião pudesse aproveitar a melhor festa de toda a região.