Fufuquinha e Alberto Filho votam a favor de Cunha e perdem; cassação avança

Alberto Filho e André Fufuca: voto a favor da corrupção

Alberto Filho e André Fufuca: voto a favor da corrupção

Os dois únicos maranhenses no Conselho de Ética da Câmara dos Deputados envergonharam o Estado durante a votação do parecer sobre o pedido de cassação do presidente da Casa, Eduardo Cunha (PMDB-RJ). André Fufuca (PP) e Alberto Filho (PMDB) votaram contra o parecer, ou seja, pela impunidade do corrupto Eduardo Cunha. Mas perderam.

Por 11 votos a 9 (incluindo os maranhenses), o Conselho de Ética aprovou o parecer do deputado Marcos Rogério (DEM-RO) pela cassação do mandato do presidente afastado da Câmara. A decisão ocorre uma semana após ser divulgada notícia de que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão de Cunha.

O peemedebista é acusado, no processo por quebra de decoro parlamentar, de manter contas secretas no exterior e de ter mentido sobre a existência delas em depoimento à CPI da Petrobras no ano passado. Ele nega e afirma ser o beneficiário de fundos geridos por trustes (entidades jurídicas formadas para administrar bens e recursos).

Cunha terá cinco dias úteis a partir da publicação no Diário Oficial para recorrer à Comissão de Constituição e Justiça. Em seguida, o processo irá a plenário.

O deputado maranhense André Fufuca é um dos principais aliados de Cunha na Câmara. Segundo os deputados, ele chama o presidente afastado de “Papi”. Caso Cunha seja cassado, Fufuquinha deverá ter vida muito difícil no parlamento, inclusive se o peemedebista cumprir a promessa de “levar 150 deputados com ele” se cair.

Todos por São Luís vai atender moradores da Cidade Olímpica e bairros vizinhos

todosporsaoluisA população do bairro Cidade Olímpica e adjacências terão a oportunidade de participar de uma série de ações sociais, educativas, de saúde, artísticas e de lazer. A vasta programação integra o cronograma da 29ª edição do projeto Todos por São Luís, iniciativa de Prefeitura com a participação das secretarias municipais. O evento terá sua culminância neste sábado (18), das 8h às 14h na escola UEB Ribamar Bogea (Travessa M, Bloco B, nº 60 – Cidade Olímpica). Durante toda esta semana, moradores da região participam de cursos, oficinas e diversas atividades.

O projeto possibilita às comunidades atendidas a interação e inclusão. Durante esta edição será realizado o Bota Fora, que coleta entulho, bagulhos volumosos, pneus e outros resíduos, somando no combate ao mosquito Aedes Aegypti transmissor de doenças como dengue, zica e chikungunya. O Bota Fora é coordenado pelo Comitê de Limpeza Urbana.

A programação inclui mais de 100 ações entre cursos, oficinas, palestras e atividade de entretenimento, realizadas durante toda a semana que antecede o evento, cuja culminância é sempre no sábado.

Em janeiro deste ano, o prefeito Edivaldo sancionou a projeto de lei, aprovado pela Câmara Municipal em dezembro do ano passado, que tornou o programa “Todos por São Luís” uma política permanente da Prefeitura. Desde 2014, a gestão municipal vem realizando o programa em bairros da cidade. Coordenado pela Secretaria Municipal de Governo (Semgov), um diferencial do programa é a participação das comunidades na escolha dos cursos e oficinas oferecidos.

Os bairros contemplados nesta edição do programa Todos por São Luís são Cidade Olímpica, Residencial Alexandra Tavares, José Reinaldo Tavares, Geniparana e os Residenciais Nestor, Janaína, Tiradentes, Jardim América, Vila Riod, Maria Aragão, Marcelo Dino, Sarney Costa e Orquídea.

Waldir assina criação de comissão para 10 Medidas contra a Corrupção

waldirO presidente interino da Câmara dos Deputados, Waldir Maranhão (PP-MA), assinou a abertura da Comissão Especial das 10 medidas contra a Corrupção, projeto de lei Nº 4850, de 2016, de iniciativa popular.

O objetivo do projeto é aperfeiçoar o sistema jurídico para reprimir a corrupção e a impunidade no Brasil. Segundo o ato, a comissão será formada por 29 membros e igual número de suplentes.

O projeto das 10 medidas contra corrupção já tem mais de 2 milhões de assinaturas. Praticamente isolado no poder, hostilizado frequentemente pelos próprios colegas na Câmara que pedem sua renúncia ao posto, Maranhão também é alvo da Operação Lava Jato.

As medidas foram propostas em 29 de março, submetidas ao Congresso com mais de 2 milhões de assinaturas. Em seguida, houve uma movimentação normal. O deputado Mendes Thame protocolou o projeto endossando, tomou um número, esse número foi encaminhado ao presidente da Câmara Eduardo Cunha, que determinou que o projeto tramitasse numa comissão especial, para evitar que ele passasse comissão por comissão e foi publicado.

De 8 de abril até hoje, o pacote não havia sido movimentado.

Militância do PDT mostra mais uma vez força da pré-candidatura de Edivaldo

Mobilizacao_Para_Lancamento_Pre-candidatura_130616_ (4)

O auditório do PDT ficou pequeno para a grande quantidade de militantes que se reuniu na noite desta segunda-feira (13). A reunião de mobilização contou com a presença do prefeito Edivaldo Holanda Júnior e de figuras importantes do PDT, como o deputado federal Weverton Rocha e o deputado estadual Rafael Leitoa, bem como representantes de movimentos negro, da juventude e da mulher, que também reforçaram o apoio a Edivaldo.

Durante a reunião, Edivaldo cumprimentou os militantes e reforçou a importância histórica da legenda para o Maranhão. “O apoio vindo dos militantes deste partido do qual agora faço parte é de grande importânca, porque é um partido com uma vasta história na política maranhense”, disse.

Mobilizacao_Para_Lancamento_Pre-candidatura_130616_ (3)O deputado federal Weverton Rocha reforçou o apoio integral à reeleição de Edivaldo e pediu ao partido toda a sua dedicação. “Estamos com Edivaldo pra vencer. A cidade deve e merece continuar a ter este trabalho sério que ele vem realizando. Ele sabe de cada problema e de cada desafio da cidade, tem feito o possível para resolvê-los e está conseguindo. É preciso que a militância esteja mais unida e mobilizada como sempre foi”, afirmou.

Detran-MA concede adicional de insalubridade para servidores

detranO Departamento Estadual de Trânsito do Maranhão (Detran-MA) concedeu a gratificação adicional de insalubridade de 30% para 44 servidores que trabalham nas áreas de Vistoria e Emplacamento e Arquivo Geral, da sede e de todas as Ciretrans, através da Portaria nº 175, de 02 de junho de 2016.

De acordo com o diretor administrativo do órgão, Domingos Ferreira, a gratificação representa um ganho de 30% sobre os salários e vem de encontro a uma antiga reivindicação dos servidores, finalmente concretizada por determinação da diretora geral, Larissa Abdalla.

“A concessão da gratificação é retroativa ao dia 14 de março e será incorporada aos salários da folha de pagamento. Estamos trabalhando com o foco na qualidade na prestação de serviços à população e na valorização dos nossos servidores”, explica Larissa Abdalla.

Paralelo à concretização de valorização do servidor, Domingos Ferreira ressalta que estão sendo implantadas medidas de redução de impacto com o objetivo de proporcionar mais segurança no ambiente de trabalho destes funcionários.

“A nova diretoria do Detran vem praticando uma política de motivação e de valorização dos servidores, atendendo a antigas solicitações de ajustes dos salários e aplicando medidas que trarão mais segurança no seu ambiente de trabalho. Isso representa pensar, também, na qualidade de atendimento das pessoas que buscam os serviços oferecidos no órgão em todo o Estado”, disse o diretor administrativo.

São Luís foi destaque entre as cidades que já receberam a Tocha Olímpica

casaltochaÉ inegável que a passagem da Tocha Olímpica por São Luís teve uma das melhores estrutura e atrações de todo país. Vendo os vídeos promocionais, o Tour da Tocha na capital maranhense foi de fato encantador. E com um ponto ainda mais especial: a parada do trajeto para um pedido de casamento.

Sites nacionais destacaram a bonita festa feita em solo ludovicense com o destaque especial para o pedido de casamento feito por Romeu Matos, que aproveitou a passagem da chama Olímpica para pedir a mão da namorada Samya Taliani Silva em casamento. Com final feliz.

Na Ilha do amor, dia dos namoradores e clima de festa e alegria. Mas não só de romantismo viveu a passagem da chama olímpica por São Luís. Os shows que mostraram ao Brasil e ao mundo a cultura maranhense foram de arrepiar.

Viatura capota e policial morre na Avenida Daniel de La Touche

IMG-20160613-WA0006Uma viatura com três policiais e sete menores capotou na Avnida Daniel de La Touche na manhã desta segunda-feira (13). O policial identificado como Válber morreu no local. Os outros dois ficaram feridos levemente. Os sete adolescentes na mala saíram ilesos.

A viatura estava transportando sete menores que fugiram neste domingo (12) para o Centro de Juventude Eldorado, no bairro Turu e haviam sido recapturados.

IMG-20160613-WA0009Em entrevista à Rádio Mirante AM, o investigador Sérgio, que estava dentro da viatura, explicou como aconteceu o acidente. “Nós estávamos transportando sete menores que fugiram ontem do Centro de Juventude Eldorado, quando chegamos em um sinal aberto para nós. Um motorista ultrapassou no sinal vermelho quando nós seguíamos na via. O motorista tentou desviar, mas perdeu o controle, subiu o canteiro central e capotou”, apontou.

Perseguidor? Flávio entrega pacotão de obras e serviços em Coroatá

Flávio entrega 25 novos leitos ao Hospital Macrorregional de Coroatá

Flávio entrega 25 novos leitos ao Hospital Macrorregional de Coroatá

Os adversários do governador Flávio Dino não conseguem fazer nenhum colar nenhuma das pechas que tentam para minimizar as ações do comunista à frente do governo do Estado. O principal ponto que tentam fixar agora é que Flávio é perseguidor de seus adversários políticos nos municípios. Não tem o mínimo de sustentação.

Nesta segunda-feira (13) o governador está realizando uma série de entregas na cidade de Coroatá, simplesmente o município administrado pela família de seus opositores mais ferrenhos: os Murad. Ricardo, usando como porta-voz a filha, Andrea Murad, tem agredido o governo diuturnamente, para minimizar os efeitos das obras de Flávio.

E justamente na cidade comandada pela prefeita Tereza Murad, mulher de Ricardo e mãe de Andrea, Flávio está promovendo:

-Entrega de nova ala com 25 leitos no Hospital Macrorregional de Coroatá;

-Entrega do 24º Batalhão de Polícia Militar;

-Entrega da reforma do Centro de Ensino Francisco Gonçalves Magalhães;

-Entrega da reforma do Centro de Ensino Clodomir Millet;

-Entrega da reforma do Centro de Ensino José Leopoldino Filho;

-Entrega de 5 motos à Polícia Militar;

-Entrega do Viva Cidadão.

Procurador da República diz que Sarney, Renan e Temer ameaçam a Lava Jato

Coordenador da Força-tarefa da Lava Jato

Deltan Dallgnol é Coordenador da Força-tarefa da Lava Jato

O procurador da República Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa da Operação Lava Jato, em Curitiba, disse ser “possível e até provável” que as investigações do maior escândalo de corrupção do País acabem. “Quem conspira contra ela são pessoas que estão dentre as mais poderosas e influentes da República”, afirmou.

Dallagnol disse que as conversas gravadas pelo ex-presidente da Transpetro Sérgio Machado com o presidente do Senado, Renan Calheiros (AL), o ex-presidente José Sarney (AP) e o senador e ex-ministro do Planejamento Romero Jucá (RR), todos da cúpula do PMDB, expuseram uma trama para “acabar com a Lava Jato”. “Esses planos seriam meras especulações se não tivessem sido tratados pelo presidente do Congresso Nacional”, disse o procurador.

Os áudios do delator Sérgio Machado tornados públicos pela imprensa mais uma vez revelam movimentos para tentar interferir nos andamentos da Operação Lava Jato. As investigações correm algum risco?

As investigações aproximaram-se de pessoas com poder econômico ou político acostumadas com a impunidade. É natural que elas reajam. Há evidências de diferentes tipos de contra-ataques do sistema corrupto: destruição de provas, criação de dossiês, agressão moral por meio de notas na imprensa ou de trechos de relatório de CPI, repetição insistente de um discurso que aponta supostos abusos jamais comprovados, tentativas de interferência no Judiciário e, mais recentemente, o oferecimento de propostas legislativas para barrar a investigação, como a MP da leniência (medida provisória que altera as regras para celebração de acordos entre empresas envolvidas em corrupção e o poder público). Tramas para abafar a Lava Jato apareceram inclusive nos áudios que vieram a público recentemente. A Lava Jato só sobreviveu até hoje porque a sociedade é seu escudo.

É possível um governo ou o Congresso pôr fim à Lava Jato?

É, sim, possível e até provável, pois quem conspira contra ela são pessoas que estão dentre as mais poderosas e influentes da República. À medida que as investigações avançam em direção a políticos importantes de diversos partidos, a tendência é de que os que têm culpa no cartório se unam para se proteger. É o que se percebe nos recentes áudios que vieram a público. Neles, os interlocutores dizem que alertaram diversos outros políticos quanto ao perigo do avanço da Lava Jato. É feita também a aposta num “pacto nacional” que, conforme também se extrai dos áudios, tinha como objetivo principal acabar com a Lava Jato. Não podemos compactuar com a generalização de que políticos são ladrões, porque ela pune os honestos pelos erros dos corruptos e desestimula pessoas de bem a entrarem na política. Contamos com a proteção de políticos comprometidos com o interesse público, mas não podemos menosprezar o poder das lideranças que estão sendo investigadas.

Curitiba foi comparada à “Torre de Londres” nas gravações. É justa a comparação?

A comparação é absolutamente infundada. A Torre de Londres foi usada para a prática de tortura. Na tortura, suprime-se o livre arbítrio da vítima e se extrai a verdade por meio de tratamento cruel. Na colaboração, respeita-se o livre arbítrio de quem, quando decide colaborar, recebe um prêmio. Mais de 70% dos colaboradores da Lava Jato jamais foram presos. Nos casos minoritários em que prisões antecederam as colaborações, eram estritamente necessárias e não tiveram por objetivo a colaboração, mas sim proteger a sociedade, que corria risco com a manutenção daquelas pessoas em liberdade.

O que o conteúdo dos áudios demonstra, na sua opinião?

Os áudios revelam um ajuste entre pessoas que ocupam posições-chave no cenário político nacional e, por isso, com condições reais de interferir na Lava Jato. Discutiram concretamente alterar a legislação e buscar reverter o entendimento recente do Supremo que permite prender réu após decisão de segunda instância. Eles chegam a cogitar romper a ordem jurídica com uma nova Constituinte, para a qual certamente apresentariam um bom pretexto, mas cujo objetivo principal e confesso seria diminuir os poderes do Ministério Público e do Judiciário. Esses planos seriam meras especulações se não tivessem sido tratados pelo presidente do Congresso Nacional, com amplos poderes para mandar na pauta do Senado; por um ex-presidente com influência política que dispensa maiores comentários; por um futuro ministro (do Planejamento) e na presença de outro futuro ministro, o da Transparência (Fabiano Silveira, também nomeado pelo presidente em exercício Michel Temer e já fora do governo). Quando a defesa jurídica não é viável, porque os fatos e provas são muito fortes, é comum que os investigados se valham de uma defesa política. Agora, a atuação igualmente firme contra pessoas vinculadas a novos partidos, igualmente relevantes no cenário nacional, reforça mais uma vez que a atuação do Ministério Público é técnica, imparcial e apartidária. Não vemos pessoas ou partidos como inimigos. Nosso inimigo é a corrupção, onde quer que esteja, e, nessa guerra, existe apenas um lado certo, o da honestidade e da justiça.

As informações são do Jornal O Estado de São Paulo.

Flávio e Edivaldo entregam a nova entrada de São Luís e autorizam obra da Forquilha

16944_2v5j1655A parceria entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís segue melhorando a qualidade de vida na capital maranhense. Na noite de sábado (11), o governador Flávio Dino e o prefeito Edivaldo inauguraram a obra de revitalização e urbanização do retorno do aeroporto, dando uma nova cara para a entrada da cidade. Na ocasião, eles também assinaram a ordem de serviço para intervenção no retorno da Forquilha.

De acordo com o governador Flávio Dino, a obra no retorno do aeroporto tem, essencialmente, o objetivo de melhorar a mobilidade urbana de São Luís, mas também influi no aprimoramento da porta de entrada de uma cidade que tem grande potencialidade turística. “E é isso que nós estamos buscando aqui. Vejam que não se trata apenas do novo traçado das vias urbanas, mas se trata também de um projeto de urbanização, paisagismo e de iluminação”, destacou o governador.

A obra de revitalização e urbanização do retorno do aeroporto, que abrange as avenidas Guajajaras, Franceses e Libaneses, foi executada pelo Governo do Estado a partir de projeto elaborado pela Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (SMTT). O projeto contemplou ainda a sinalização vertical, horizontal e semafórica para devida orientação de pedestres e motoristas, bem como intervenções de reordenamento do trânsito na área e reforço na iluminação, com a instação de luminárias de LED.

Para o prefeito Edivaldo, as intevenções realizados no local são muito importantes, pois no trecho existia um engarrafamento histórico, que se estendia por grande parte da extensão da BR-135, porta de entrada da cidade.

“Temos investido muito em intervenções viárias que solucionam demandas graves de mobilidade urbana na capital. A entrada da nossa cidade há muito merecia essa atenção. As melhorias realizadas aqui proporcionaram mais segurança e fluidez ao trânsito nesse ponto da cidade onde se verifica intenso fluxo de veículos entrando e saindo da capital. A área também está melhor estruturada e recebeu reforço de iluminação e intervenções paisagísticas”, disse o prefeito Edivaldo.

Edivaldo ressaltou também que as parcerias efetivadas entre o Governo do Estado e a Prefeitura de São Luís têm viabilizado a solução demandas antigas vivenciadas pela população ludovicense, a exemplo da ponte Pai Inácio, que foi entregue na semana passada após décadas de espera da população.

Ângela Carmem, moradora do bairro São Bernardo, esteve presente na solenidade de inauguração da obra e fez questão de agradecer pessoalmente ao governador e ao prefeito pela intervenção que melhorará o tráfego na região. “Acabou com o engarrafamento, sem contar que a entrada da nossa capital ficou uma lindeza. A gente só tem a agradecer ao prefeito e ao governador que estão em comunhão, trabalhando juntos. Está dando certo essa parceria”, enfatizou.

16944_2v5j1827

RETORNO DA FORQUILHA

Sonho de décadas dos moradores da Região Metropolitana de São Luís, a melhoria da fluidez no tráfego no retorno da Forquilha também será contemplada com intervenções de trânsito. A remodelação do retorno prevê também serviços de drenagem superficial e profunda, novo revestimento asfáltico, além de um retorno na Avenida Guajajaras e alterações na rotatória da Forquilha e na Forquilhinha, como é conhecida a interseção com a Estrada da Maioba.

O secretário de Estado da Infraestrutura, Clayton Noleto, enumerou uma série de intervenções em benefício da mobilidade urbana que estão sendo feitas em parceria entre Governo e Prefeitura, como as 14 vias interbairros, e realçou que o principal objetivo é diminuir os impactos do trânsito na vida das pessoas. “Às vezes a gente fala apenas daquilo que há de mais concreto na intervenção física e esquece o que efetivamente isso ajuda a melhorar a qualidade de vida da população, pois o trânsito é, de fato, elemento de estresse do dia a dia”, pontuou.

Segundo o secretário municipal de trânsito e transportes, Canindé Barros, o projeto inclui serviços estruturais e diversas intervenções para melhoria do tráfego na área como drenagem profunda, pavimentação de avenidas e o recapeamento das vias alternativas. Os serviços devem beneficiar o tráfego na região da Forquilha e o acesso das avenidas Guajajaras, Jerônimo de Albuquerque e as MA 201 e 202.

A intervenção prevê também a retirada da rotatória da Forquilha, que se transformará num cruzamento semafórico de dois tempos, válido para os sentidos Maiobão-Anil-Maiobão. O objetivo é dar mais fluidez ao tráfego naquela área a partir da criação de quatro alças livres nas extremidades do cruzamento. A intervenção vai colaborar para reduzir ou eliminar congestionamentos nos sentidos Anil-aeroporto, Maiobão/Cohab e Cohab-Aeroporto.

Serão feitas intervenções também nas Avenidas Jerônimo de Albuquerque e Guajajaras, no mesmo sentido da agência do Banco do Brasil, tanto próximo ao Centro Elétrico quanto nas imediações do Pop Center. Na área da Forquilha, alguns trechos de mão dupla passarão a ter mão única. A intenção é melhorar o tráfego nos sentidos Maiobão-Aeroporto, Anil/Cohab e Aeroporto-Guajajaras. As intervenções de trânsito devem entrar em vigor depois da conclusão das obras estruturantes na área.

Participaram do ato de inauguração, secretários estaduais e municipais, deputados, vereadores e a comunidade em geral, numa grande festa popular com a apresentação do boi Brilho da Ilha.

Veja como ficará a intervenção da Forquilha: