Presos trabalhando: implantada fábrica de vassouras no sistema prisional

secretario-murilo-andrade-e-subsecretaria-ana-luisa-falcao-acompanham-producao-das-primeiras-unidades-da-fabrica-de-vassourasA inauguração da primeira fábrica de vassouras feitas de garrafas pet, na Unidade Prisional de Ressocialização (UPR) São Luís 6, antigo CDP, na manhã desta quinta-feira (15), garantirá qualificação profissional a 12 internos, inicialmente. A fábrica corresponde a mais uma ação do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Administração Penitenciária (Seap), com intuito de capacitar detentos para inseri-los no mercado de trabalho.

O empreendimento conta com maquinário necessário para a produção diária de 150 vassouras de garrafas pet. O treinamento dos internos ocorrerá durante cinco dias e, após concluído, eles mesmos serão responsáveis pela confecção dos produtos. “Cinco dias são suficientes para que eles aprendam todo o processo de produção e, depois disso, eles sozinhos podem fazer as vassouras”, comentou o instrutor, João Aguiar.

Na fábrica trabalharão, inicialmente, seis internos. O outro grupo, também formado por seis detentos, participará da oficina de artesanato confeccionado com as sobras das garrafas pet utilizadas na produção das vassouras. Pequenas réplicas de animais, puffs e vasos para colocar plantas são alguns dos objetos que podem ser criados, tendo como matéria-prima a mesma garrafa pet utilizada na fábrica.

“A proposta é, principalmente, estimular a criatividade nos internos. Eu ensino como fazer, e eles criam o objeto que eles quiserem. Esse aprendizado pode até garantir a eles uma renda no futuro”, disse a instrutora da oficina de artesanato, Rosimeire Monteiro, que integra o projeto “Reciclar para Renovar”, coordenado pela Secretaria Adjunta de Atendimento e Humanização Penitenciária (SAAHP) da Seap, por meio da Supervisão de Trabalho e Renda.

Produção

O método de produção das vassouras é simples. Tudo tem início com a limpeza a base de água e sabão das garrafas pet. Depois disso, a garrafa é levada para uma máquina onde é feito um corte no fundo da mesma. A parte cortada é reaproveitada no artesanato. Já o outro pedaço é levado para fazer a filetagem (cortes em fios). Os outros processos são a prensa para fabricação manual da vassoura e a guilhotina para aparar as cerdas.

Além disso, as cerdas são levadas ao forno para serem tratadas. Ai é só ajustar as cerdas na base e grampear, aparar as cerdas, cortando as pontas desiguais e colocar o cabo da vassoura. “É incrível a durabilidade desse tipo de vassoura. Com o mesmo zelo que se tem com uma vassoura comum, esta, porém, se mantém em condições de uso por, no mínimo, três anos”, acrescentou João Aguiar.

Ator Domingos Montagner, o “Santo”, morre no Rio São Francisco

atorvelhochicoFoi encontrado o corpo do ator Domingos Montagner no Rio São Francisco. O ator que interpreta o “Santo” da novela Velho Chico estava sendo procurado desde as 14h30, mobilizando policiais, bombeiros e pescadores da cidade de Canindé de São Francisco, que faz divisa entre os estados de Sergipe e Alagoas.

Segundo o delegado de Canindé, Antônio Francisco Oliveira Filho, Pitanga revelou em depoimento que ela e Montagner estavam de folga das gravações e, depois de almoçar, resolveram mergulhar no rio, num local conhecido como prainha do Canindé.

Em comunicado oficial, a TV Globo informou que a atriz Camila Pitanga, ao notar que o colega não retornava, avisou a produção, que iniciou imediatamente as buscas pelo ator. A atriz chorava desesperada ao perceber que o colega estava se afogando.

 

Gil Cutrim e Luiz Gonzaga firmam parceria pela transparência na transição municipal

dsc_0177O prefeito de São José de Ribamar, Gil Cutrim (PDT), e o procurador geral de Justiça, Luiz Gonzaga Martins Coelho, selaram parceria no sentido de ampliar a divulgação sobre a campanha “Pela Transparência na Transição Municipal: A Cidade Não Pode Parar”, de iniciativa do Ministério Público e que foi apresentada ao gestor nesta quinta-feira (15) durante reunião de trabalho.

Também participaram do encontro o prefeito Clodomir Oliveira (Raposa); o secretário municipal de Governo de São Luís, Lula Filho (ele representou o prefeito Edivaldo Júnior); o procurador e coordenador do Centro de Apoio Operacional da Probidade Administrativa, Carlos Jorge Avelar; o procurador Francisco Barros; além dos promotores de Justiça Elisabeth Mendonça (São José de Ribamar), Lindonjonson Sousa, João Leonardo Leal e Marco Amorim.

A campanha visa fazer com que os atuais prefeitos e prefeitas maranhenses, assim como os gestores que serão eleitos em outubro, realizam um processo de transição pautado no artigo 156 da Constituição Estadual, zelando pela transparência e cuidado com a coisa pública.

Cutrim, que é presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão (FAMEM), colocou a entidade a inteira disposição do MP para realização de seminários e de campanhas informativas sobre o tema.

“Trata-se de uma excelente iniciativa do Ministério Público. Como prefeito reeleito, já iniciei esse processo. Uma comissão foi composta e já está fazendo todo o levantamento necessário que será apresentado a equipe do meu sucessor em Ribamar, que poderá ficar à vontade para solicitar qualquer tipo de informação. Desta forma, também é importante que levemos as informações necessárias sobre a campanha para todas as cidades do estado”, afirmou.

Luiz Gonzaga agradeceu o apoio do prefeito e presidente da entidade municipalista ressaltando, ainda, que um dos motes das ações será trabalhar para que as prefeituras se adequem a lei e implantem seus portais da transparência.

A incompetência do governo Rosana na educação que regrediu o IDEB

foto-de-clodoaldo-correa

O gráfico da evolução do Índice de Desenvolvimento da Educação Básica mostra o tamanho do descaso dos governos de Roseana Sarney. Desde o governo Zé Reinaldo, passando pelo governo Jackson Lago, o Maranhão vinha crescendo sua nota no índice.

Em 2005, a nota era 2,4, passando para 2,5 em 2007 e 3,0 em 2009. Assim que Roseana Sarney assumiu o governo, o Maranhão parou de crescer e mudou a reta do gráfico.

Em 2011 apenas manteve a nota de 3,0 e em 2013, o Maranhão caiu para a nota de 2,8. Já no governo Flávio Dino, o Maranhão retomou o crescimento atingindo o resultado de 3,1. O governo está confiante de que com as medidas chegue até um resultados ainda mais expressivos em 2017.

Leonardo Sá desmente boato de desistência em Pinheiro

Leonardo Sá cada vez mais forte em Pinheiro

Leonardo Sá cada vez mais forte em Pinheiro

O candidato a prefeito de Pinheiro, doutor Leonardo Sá, fez contato com o Blog para esclarecer desmentir desistência de candidatura, conforme divulgado em alguns veículos de comunicação para desestabilizar a campanha do comunista.

Ele afirmou que repudia e desmente as mentiras espalhadas pelos seus adversários, que assim fizeram por desespero com o crescimento e fortalecimento da candidatura apoiado pelo governador Flávio Dino. Ele reafirma que sua candidatura permanece firme e amanhã fará a maior caminhada da história da cidade de Pinheiro, com o imenso apoio da população pinheirense.

“Isso tudo são inverdades que meus adversários estão tentando espalhar a todo custo porque sabem do crescimento da candidatura do 65 em Pinheiro, que é uma candidatura que nasceu da vontade do povo”, destacou Leonardo Sá.

Sobre a possibilidade de composição com Luciano Genésio, Leonardo Sá explicou que “nada  foi conversado até o momento, porém o Luciano deveria corrigir o erro que cometeu e declarar apoio à nossa candidatura. Só assim ele vai demonstrar que de fato quer mudar Pinheiro pra melhor”, enfatizou.

Wellington, o vice e Roberto Rocha: Todos com acusações até o pescoço

wellingtonrobertorocha

Não tem o que contestar. Colocando na balança os podres dos candidatos a prefeito e vice de São Luís, Wellington do Curso (PP) e Roberto Rocha Júnior (PSB) tem mais peso sobre os demais prefeituráveis.

Enquanto o pepista tem sua conduta questionada por estar envolvido em denúncias graves como uso de laranjas em suas empresas, sonegação de impostos, invasão de um terreno público e por responder na justiça pelo não pagamento de 60,9 mil à empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT), o vice Roberto Rocha Júnior não deixa por menos. Carrega junto na bagagem o escândalo da agiotagem em que ele se envolveu no ano passado, quando a Polícia Civil encontrou, durante as Operações “Maharaja” e “Morta-Viva”, um cheque (R$ 120 mil do Banco do Brasil) do vereador dentro do cofre do agiota Josival Cavalcante da Silva, o Pacovan.

As acusações de atos fraudulentos na família Rocha não param por aí. O pai do candidato a vice Roberto Rocha Júnior, o senador Roberto Rocha (PSB), foi alvo de uma Representação por Captação Ilícita de Recursos nas eleições de 2014. Teriam sido encontrados vários ‘buracos’, como utilização de notas frias, de empresas de fachada, prática de caixa dois, entre outras possíveis maracutaias.

Papai quero ser vice

Para emplacar o filhinho Roberto Rocha Júnior como vice, foi um trabalho de articulação desgastante para o senador Roberto Rocha. Primeiro tentou na chapa de Edivaldo. Não colou. Eliziane Gama teria dito “Não recebo”, jargão muito comum na doutrina protestante.

Mas para o senador Roberto Rocha, tão antipatizado pela classe política e odiado pela população maranhense, era uma questão de honra fazer o seu filho vice, mesmo que ele estivesse ligado, supostamente, a esquemas ilícitos. O senador não dá a mínima importância para as ideias e a vida pregressa de quem quer que seja. O que está em jogo é o poder, é o seu projeto pessoal, o “Roberto 2018”, quando é certo que ele disputará o governo estadual.

E Wellington do Curso entrou nesse barco, aceitando Roberto Rocha Júnior como vice. Só nos resta saber se a população de São Luís vai “engolir” Robertinho Rocha como candidato.

Pesquisa em Paço: Dutra lidera com mais de 10 pontos de vantagem

Blog do Garrone – Paço do Lumiar caminha para uma mudança histórica com a eleição do ex-deputado Domingos Dutra (PC do B) para prefeito, de acordo com pesquisa Data M que aponta a sua liderança na corrida sucessória com dez pontos à frente do segundo colocado, o ex-prefeito Gilberto Aroso.

Levantamento realizado entre os dias 8 e 11 de setembro registrou que quando apresentado os nomes dos candidatos, Dutra tem 30,2% da preferência do eleitorado, seguido de Giberto Aroso com 19,9%,  Josemar Sobreiro com 4,3% e Raimundo Filho com 3,0%.

pesquisapaco

Inaldo Pereira e Moraes dividem a última colocação com 2,0 %, enquanto 25,2% respondeu que não votaria em nenhum deles.

Mas um outro dado da pesquisa revela que essa parcela da população que se nega a votar em qualquer um dos candidatos, pode mudar de opinião se levarmos em conta a aprovação de 57,5% do governo Flávio Dino.

O governador já avisou que vai intensificar como cidadão a sua participação na campanha de Paço do Lumiar em defesa da candidatura de Dutra, que considera a melhor opção para o município.

A pesquisa Data M foi contratada pelo Blog do Garrone, ouviu 300 pessoas e tem confiança estimada em 95%, com a margem de erro de 3 pontos percentuais para mais ou para menos.

O seu registro no TSE é de número 05014/2016.

Justiça Eleitoral julga improcedente ação contra Edivaldo Holanda Júnior

Marlon Reis fez grande oba oba quando protocolou Ação com "graves denúncias" contra Edivaldo. Nada demais.

Marlon Reis fez grande oba oba quando protocolou Ação com “graves denúncias” contra Edivaldo. Justiça demonstrou que não passava de factoide.

A Justiça Eleitoral julgou improcedente a representação contra o prefeito de São Luís e candidato à reeleição, Edivaldo Holanda Júnior, por conduta vedada em face do período eleitoral. A decisão é da juíza Ana Célia Santana, da 1ª zona eleitoral.

A representação, feita coligação “São Luís de verdade” alegou que Edivaldo teria feito propaganda antecipada, utilizando para isso os dispositivos de comunicação da administração municipal. Não foi este o entendimento da Justiça Eleitoral. A decisão argumentou que não havia provas de nenhum ato ilícito, destacando, inclusive, que alguns dos documentos apresentados como prova indicam links de internet, mas não contém indicação de hora e data do acesso, o que não permite que seja atestada a sua origem.

A propaganda institucional da Prefeitura de São Luís citada na representação também não foi considerada como ilícito eleitoral, uma vez que foi instalada entre os meses de fevereiro e maio de 2016 – fora, portanto, do período de condutas vedadas. “As provas trazidas aos autos não são aptas a embasar um documento condenatório”, diz a sentença.

img-20160914-wa0018

Três debates na televisão nos últimos oito dias de campanha

emissorasdebates

Com as campanhas mais pobres e tempos curtos na propaganda eleitoral, o debate de televisão é aguardado com maior ansiedade no processo deste ano. As três principais TVs locais irão realizar debate entre os candidatos. Muitos candidatos apostam no confronto direto para ganhar terreno. Resta saber se os debates terão todo o impacto esperado para alguma reviravolta nos últimos dias.

Vale lembrar que apenas os candidatos de partidos ou coligações com mais de nove deputados federais na Câmara têm presença assegurada nos debates de TV. Ou seja, em São Luís, somente Edivaldo Holanda Júnior (PDT), Eliziane Gama (PPS), Fábio Câmara (PMDB) e Wellington do Curso (PP) têm presença garantida. Os demais dependem das regras que cada emissora estabelecer.

O primeiro debate será da TV Guará,no próximo dia 22. O canal 23 colocará seis candidatos em confronto, tendo como critério os seis primeiros colocados da pesquisa Exata e, claro, levando em conta as obrigatoriedades dos candidatos com representação. Assim, participarão Edivaldo, Wellington, Eliziane, Eduardo Braide (PMN), Rose Sales (PMB) e Fábio Câmara (PMDB). A TV deve convocar os assessores dos candidatos para reunião de definição das regras ainda nesta semana.

A TV Difusora fará o debate dia 27, às 22h30. O debate da Difusora será mais enxuto, dando oportunidade de mais tempo de participação para os candidatos que, de fato, disputam a prefeitura de acordo com todas as pesquisas. Participam do debate da Difusora os quatro candidatos com a representação exigida: Edivaldo, Eliziane, Wellington e Fábio.

A Difusora trará mediadora de fora. Quem comandará o debate será a jornalista Simone Queiroz, repórter especial do SBT, e terá a participação de dois jornalistas, que terão direito a perguntas. A reunião com os representantes dos candidatos já foi realizada e está tudo certo para o debate.

Já a TV Mirante realiza debate no último dia de campanha. O confronto será dia 29. A emissora ainda não realizou a reunião do debate, mas as informações dos bastidores é que serão convidados cinco candidatos. Além dos quatro com representação, Eduardo Braide (PMN) também deverá ser convidado, levando em conta de que seve ser confirmado como quarto colocado pela pesquisa Ibope.

É preciso deixar registrada a total desorganização da TV Maranhense. A BAND realizou o primeiro debate nas principais cidades do Brasil, mas no Maranhão, sua afiliada praticamente não existe. Por isso, teremos apenas debates na reta final.

Justiça proíbe Fábio Câmara de veicular propaganda que deturpa informação

propagandafabio

Propaganda com fato inverídico é barrada pela Justiça

A Justiça Leitoral proibiu a veiculação de propaganda do candidato Fábio Câmara (PMDB) onde ele dá a entender que o prefeito Edivaldo aumentou seu próprio salário em R$ 25 mil igualando ao salário do prefeito de São Paulo.

A realidade é que o salário neste valor foi fixado em Lei de 2009 e o que está publicado no Diário Oficial apresentado por Câmara na propaganda é somente a confirmando e mantendo o mesmo valor já aplicado. A Justiça reconheceu assim que a afirmação de Câmara de Câmara de que o prefeito teria concedido aumento do próprio salário “constitui fato sabidamente inverídico”.